SHARE

 Criação coletiva resultou em 30 obras tridimensionais produzidas com materiais diversos, com destaque para a xilogravura

A exposição “A Mente do Espantalho que Não Mente”, do Coletivo Olho Latino, será aberta na Casa de Vidro nesta sexta-feira, 15 de dezembro, às 19h. Com curadoria do artista Paulo Cheida Sans, a mostra reúne 30 obras tridimensionais com esculturas feitas a partir de materiais diversos e bidimensionais, tendo a xilogravura como destaque em todas as criações.

“A exposição é a concretização de um projeto de produção artística extensa, possibilitando ao visitante conhecer um modo peculiar de criação coletiva onde cada artista, mesmo tendo a sua marca pessoal, contribui para a formação de um visual único e característico da equipe, reforçando a presença do coletivo como um dos principais do país nesse gênero”, afirma o curador.

Participam da coletiva os artistas Alex Roch, Bruno NITZ, Celina Carvalho, Cibele Marion Sisti, Lari Leite, Maricel Fermoselli, Paulo Cheida Sans, Suely Arnaldo e Tiago Rego.

A exposição, com entrada gratuita, poderá ser conferida até 31 de março de 2018 no 1º andar da Casa de Vidro.

A realização é do Museu da Cidade da Secretaria de Cultura da Prefeitura de Campinas com o apoio do Museu Olho Latino.

Serviço

Exposição: “A mente do espantalho que não mente” – Gravuras e Esculturas do Coletivo Olho Latino

Abertura: 15 de dezembro de 2017, às 19h

Curadoria: Paulo Cheida Sans

Expositores: Alex Roch, Bruno NITZ, Celina Carvalho, Cibele Marion Sisti, Lari Leite, Maricel Fermoselli, Paulo Cheida Sans, Suely Arnaldo e Tiago Rego.

Período da mostra: até 31 de março de 2018

Visitação: de terça a sexta, das 9h às 17h, e aos sábados, das 9h às 13h

Local: Casa de Vidro (Lago do Café)

Endereço: Av. Heitor Penteado, 2145, Taquaral, Campinas, SP

Entrada gratuita

LEAVE A REPLY