SHARE

Estão abertas, até 28 de fevereiro, as inscrições para o curso “Estação Ferroviária e o ciclo do café”, contemplado na categoria Educação Patrimonial pelo Fundo de Investimentos Culturais de Campinas (FICC).

O curso, ministrado pela historiadora Mirza Pellicciota, será realizado de 2 de março a 6 de abril, com aulas aos sábados, das 9h às 12h30 e das 14h30 às 17h10, no auditório da Secretaria Municipal de Assistência Social, Pessoa com Deficiência e Direitos Humanos (Av. Anchieta, 343. Centro. Campinas).

A iniciativa visa uma experiência pedagógica diferenciada, na perspectiva de pensar a cidade pela lógica das populações de diferentes culturas. “O paulista é um cidadão de múltiplas origens e a cidade de Campinas carrega em seu repertório e trajetória histórica as marcas de inúmeras etnias que conferiram forma e sentido aos seus caminhos de desenvolvimento”, afirma a historiadora.

O objetivo do curso é capacitar 25 multiplicadores com ou sem deficiência para a educação patrimonial, preferencialmente, imigrantes e refugiados com conhecimento do idioma português, com idade acima de 18 anos, e escolaridade igual ou superior ao ensino médio.

Está prevista, ainda, a participação de até cinco observadores durante os dias de formação, direcionado à comunidade científica e acadêmica, instituições vinculadas aos setores de turismo e hospedagem, associações de defesa dos direitos humanos, consulados, entre outros.

 

 

As inscrições e demais informações estão disponibilizadas no link

https://goo.gl/forms/WOHvk10nXpn5oonA2 .

 

LEAVE A REPLY