SHARE
A tarifa do transporte público coletivo em Campinas, para pagamento com o Bilhete Único (BU) Comum, passa a custar R$ 4,30, a partir de 6 de janeiro de 2018. O reajuste é de R$ 0,10 sobre o valor atualmente praticado, de R$ 4,20. O BU Comum tem desconto de R$ 0,40 em relação ao pagamento feito em dinheiro, bilhete QR Code ou Vale Transporte (VT), que terá o valor reajustado para R$ 4,70.

A reposição do valor da tarifa para o Bilhete Único Comum, da ordem de 2,38%, está abaixo dos índices inflacionários medidos no período de um ano. A meta de inflação para 2017, do Banco Central, é de 4,5%, com margem de tolerância de 1,5 ponto percentual para cima ou para baixo. O reajuste da tarifa do transporte em Campinas ficou 0,62 ponto percentual abaixo do piso da meta de inflação, que é de 3%.
O valor da tarifa para o Bilhete Único Comum continua como referência para o Bilhete Único Escolar e o Bilhete Único Universitário. Desse modo, a passagem com o uso do Bilhete Único Escolar fica R$ 1,72 (60% de desconto); e com o Bilhete Único Universitário, R$ 2,15 (50% de desconto). A integração com o Bilhete Único está mantida em 2h. A partir do embarque no terceiro ônibus será cobrado o valor de R$ 0,40.
Para 2018, a Administração municipal manterá o subsídio para o transporte público, como forma de promover o equilíbrio financeiro do sistema, sem praticar uma tarifa mais elevada. A expectativa é da manutenção dos mesmos níveis praticados em 2017, quando foram direcionados R$ 57 milhões para o transporte público; e R$ 12 milhões para o PAI-Serviço.
Quem possui carga no Bilhete Único fica com o valor da passagem congelado até o final dos créditos.
Índices
O “grande vilão” para os índices de reposição no valor da tarifa para o sistema de transporte público foi o óleo diesel. Entre janeiro até dezembro de 2017, o combustível teve reajuste de 6,82%, quase três vezes mais a reposição praticada na tarifa com o Bilhete Único Comum.
Na cesta de insumos que compõem o transporte público, o diesel representa 26,93% do custo total do sistema. Também entram na cesta itens como: remuneração dos motoristas, pneus e valores dos veículos.
Levantamento preliminar realizado pela Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas (Emdec) aponta queda de 6,7% no total de passageiros transportados pelo sistema. Entre janeiro até novembro de 2017 foram transportados 151.569.928 passageiros. No mesmo período de 2016 foram transportados 162.455.961 passageiros.
Valores
Tarifas do transporte público com validade a partir de 6 de janeiro de 2018. Atualmente, mais de 90% dos usuários do transporte público coletivo de Campinas pagam a tarifa com algum tipo de cartão da família Bilhete Único.
– BU Comum: R$ 4,30
– BU Escolar: R$ 1,72
– BU Universitário: R$ 2,15
– BU Vale Transporte: R$ 4,70
– Dinheiro ou tíquete QR Code: R$ 4,70
– Integração: R$ 0,40 (embarque no terceiro ônibus)

LEAVE A REPLY