SHARE

A construção de conhecimento da criança deve acontecer de forma natural e prazerosa, assim como a aprendizagem no ambiente educacional. Entretanto existem algumas crianças que apresentam problemas específicos durante o sistema de ensino. Essas devem obter atenção especial e caso necessário serem encaminhadas a profissionais competentes; que irão auxiliar durante toda essa jornada educacional.
As dificuldades de aprendizagem são caracterizadas como o conjunto de problemas que afeta a forma como a criança processa a informação, resultando em dificuldades quanto a capacidade de falar, soletrar, ler, escrever, organizar informações e ou realizar cálculos matemáticos. São consideradas dificuldades de caráter permanente que surgem no início da escolaridade e apresentam sinais de alerta desde a infância.
As dificuldades interferem no desempenho escolar e podem causar riscos educacionais, terem impacto negativo a nível psicológico (desmotivação, ansiedade, tristeza e frustação) podendo também implicar em necessidades educativas especiais.
Abaixo apresentamos algumas dificuldades de aprendizagem especificas como:
– Dislexia:(déficit na leitura) Manifesta-se na forma como o cérebro codifica, representa e processa a informação linguística. O indivíduo disléxico apresenta, inversões, omissões, adições e substituições de letras e silabas, sendo que na leitura terá déficits em compreensão de textos lidos e na escrita terá erros ortográficos e de construção de textos.
– Disortográfia:(déficit na expressão escrita) São alterações na precisão ortográfica, pontuação e falta de clareza na organização da produção escrita. Caracterizando assim na dificuldade de compor textos, organizar e expressar ideias e parágrafos na escrita.
Disgrafia: (déficit na expressão escrita) Afeta a componente motora do ato de escrever. É um problema de execução da escrita que influencia na qualidade da letra e na sua realização gráfica.
-Discalculia:(déficit na matemática) Manifesta-se em uma baixa capacidade para o processamento de informações numéricas, de realizações de cálculos mentais, preciso e fluentes.
O fonoaudiólogo educacional é um importante aliado dos educadores por agregar conhecimento tanto na área da educação como da saúde, contribuindo para identificar alterações e problemas específicos de aprendizagem do aluno, assessorando e atuando junto a equipe pedagógica, aos alunos e familiares de cada unidade educacional.

LEAVE A REPLY