SHARE

em Hilda Hilst é tema de livro lançado em CampinasDepois de estar na última edição da Feira Literária Internacional de Paraty (FLIP), o livro “A intensa, extremada, delirante Hilda Hilst “, da jornalista Ana Lúcia Vasconcelos, teve uma nova tarde lançamento em Campinas. A escritora recebeu amigos na tarde desta sexta-feira, 14 de setembro, na Cafeteria Rainha do Grão (Rua Santo Antônio Claret, 226, Jardim Chapadão). A obra foi realizada com o apoio do Fundo de Investimentos Culturais de Campinas – FICC/2015.

                        

 

Misto de memória e ensaio, o livro pretende decodificar a obra de Hilda Hilst (1930-2004). Ana Lúcia, que conviveu com a escritora, usou a estratégia de conduzir o leitor para dentro da residência Casa do Sol  e para dentro da obra da escritora. “Além de me remeter ao passado e recordar dos anos em que frequentei a Casa do Sol e convivi com Hilda, me debrucei sobre todos os escritos, críticas e artigos, entrevistas publicadas na mídia impressa e agora na virtual sobre ela. Entrevistei, ainda, as pessoas mais próximas, como o ex-marido Dante Casarini (falecido em 2018); o grande amigo, o escritor José Luis Mora Fuentes e sua mulher; a artista plástica Olga Bilenky; o escritor J. Toledo, Yuri Vieira, entre outros”, relata.

 

 

Ana Lúcia pesquisou o trabalho de críticos e amantes da obra de Hilda Hilst, como Léo Gilson Ribeiro, Anatol Rosenfeld, Nelly Novaes Coelho, Alcir Pécora, Jorge Colli, Claudio Willer, José Castelo, Eliane Roberts  Moraes, Mechtild Blumberg, Cristiane Grando, Verônica Fabrini, Moacir Ferraz, Ana Kfouri, além dos amigos Lygia Fagundes Telles, Caio Fernando Abreu e  Inês Parada, que conviveu com a escritora nos últimos anos de vida.

O livro é ilustrado com aquarelas do artista plástico Egas Francisco.

LEAVE A REPLY