SHARE
 
Com 35 anos de carreira no ITAL, pesquisadora Eloísa Garcia é a primeira mulher a ocupar o mais alto cargo do Instituto
EloísaA pesquisadora Eloísa Garcia é a nova diretora geral do Instituto de Tecnologia de Alimentos (ITAL), nomeada nesta quinta-feira (17) pelo secretário de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, Gustavo Junqueira. Com 35 anos de carreira no ITAL e vice-diretora desde 2014, Eloísa assume o cargo ocupado por Luis Madi ao longo de 19 anos e torna-se a primeira mulher a liderar o Instituto.”Estar à frente de um instituto de pesquisa que é referência no setor alimentício há 55 anos, no Estado, no País e até mesmo internacionalmente, é uma grande satisfação, em especial porque aqui estão reunidos grandes profissionais, competentes e capacitados”, afirma a diretora, que começou sua trajetória como estagiária no Centro de Tecnologia de Embalagem (CETEA), onde tornou-se pesquisadora científica nível VI e chegou ao cargo de gerente técnica dos grupos de embalagens plásticas e de meio ambiente.

Eloísa é engenheira de alimentos e mestre em Tecnologia de Alimentos pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), tendo em seu currículo diversos cursos complementares no Brasil, nos Estados Unidos, na Inglaterra e no Japão. Como colaboradora do ITAL, especializou-se em embalagens plásticas, com vasta experiência em pesquisa e assistência tecnológica nas áreas de desenvolvimento de embalagem, de avaliação do potencial de interação embalagem/produto e sobre legislação de embalagem e segurança de alimentos. Na área de meio ambiente, coordenou estudos de Avaliação do Ciclo de Vida (ACV) de materiais e embalagens e projetos de desenvolvimento de produtos com menor impacto ambiental.

A nova diretora do ITAL agora passará a contar com Luis Madi como diretor de Assuntos Institucionais. Com 46 anos de trabalho no Instituto, onde ingressou como pesquisador na Seção de Embalagem e Acondicionamento (atual CETEA), Madi é engenheiro de alimentos pela Unicamp e mestre em Embalagem de Alimentos pela Michigan State University (EUA). Além da experiência de 19 anos como diretor geral do ITAL, foi coordenador da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA) e é membro do Conselho Científico para Agricultura Sustentável (CCAS).

Sobre o ITAL

O Instituto de Tecnologia de Alimentos (ITAL) promove atividades de pesquisa, desenvolvimento, assistência tecnológica, inovação e difusão do conhecimento nas áreas de embalagem e de processamento, conservação e segurança de alimentos e bebidas. Fundado em 1963 e situado em Campinas/SP, o ITAL é vinculado à Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA), da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo (SAA), e conta com seis unidades técnicas especializadas em produtos cárneos, de panificação, cereais, chocolates, balas, confeitos, laticínios, frutas, hortaliças, engenharia de processos industriais e embalagens; 15 plantas-piloto de processamento de alimentos e bebidas e de avaliação do desempenho de embalagens; e 35 laboratórios de análise e ensaios, além da Plataforma de Inovação Tecnológica, especializada em estudos de tendências de mercado e de prospecção de oportunidades e demandas de inovação. É certificado na NBR ISO 9001 e possui ensaios acreditados na NBR ISO/IEC 17025 pela Coordenação Geral de Acreditação do Inmetro (Cgcre). Outras informações estão disponíveis no site www.ital.sp.gov.br.

LEAVE A REPLY