SHARE
A partir desta segunda-feira, dia 30, todos os hospitais de Campinas deverão informar diariamente os dados de ocupação de leitos de UTI, enfermaria e prontos-socorros. A regulação abrangerá os leitos que estão vinculados ao enfrentamento da pandemia do novo coronavírus (Covid-19). As instituições, públicas e privadas, também deverão informar o uso de ventilação mecânica, estando ou não relacionado a Síndromes Respiratórias Agudas Graves (SRAGs) e a casos suspeitos ou confirmados de Covid-19.

De acordo com o secretário municipal de Saúde de Campinas, Carmino de Souza, o objetivo da medida é ter um monitoramento estreito de toda a estrutura que se tem disponível. “A dinâmica desta epidemia exige que tenhamos esse controle. A informação deve ser preenchida em uma plataforma informatizada que foi criada para que se possa ter um controle, não somente da ocupação, mas do tipo de ocupação, informando, por exemplo, sobre pacientes com SRAG”.
Segundo o secretário, atualmente Campinas tem aproximadamente 180 leitos de UTI na rede municipal e planeja uma expansão de 75 leitos dependendo da evolução da pandemia. O município também já está reservando leitos para pacientes com sintomas de Covid-19. No Hospital Ouro Verde, por exemplo, dez leitos já estão destinados para esse atendimento. “O esforço na área pública é o mesmo na área privada e uma rede poderá dar retaguarda a outra”, afirmou.
O preenchimento é obrigatório e deverá ser feito até as 10h de cada dia. A Secretaria de Saúde poderá solicitar que essa atualização também seja realizada no período da tarde – se houver aumento no número de casos suspeitos de Covid-19. Todos os hospitais já estão cientes da medida que foi discutida em reunião com as instituições na última sexta-feira, dia 28.
Os dados devem ser preenchidos por meio do link: https://sistemas-saude.campinas.sp.gov.br/portal.

LEAVE A REPLY