SHARE

A Secretaria Municipal de Saúde atualizou nesta quinta-feira, dia 30, os números do novo coronavírus em Campinas. O município chegou a 701 mortes causadas pela Covid-19, com mais 19 óbitos confirmados.

Com relação aos 19 novos falecimentos, 13 das vítimas eram homens e seis eram mulheres; cinco não tinham outras doenças e 14 apresentavam comorbidades. No que concerne à faixa etária, 15 das vítimas tinham mais de 60 anos e quatro tinham menos de 60 anos. Dentre elas, oito tinham mais de 80 anos, seis de 70 a 79 anos, um de 60 a 69 anos, dois entre 50 e 59 anos e dois de 40 a 49 anos.
O município tem 17.805 casos confirmados da doença – ontem, quarta-feira, dia 29 de julho, eram 16.965, ou seja, são 840 a mais. O aumento refere-se ao acúmulo de casos após instabilidades no sistema E-SUS. Ontem, os dados foram divulgados parcialmente.
Há 771 casos em investigação (eram 749, são 22 a mais) e 28.535 foram descartados (eram 27.110, são 1.425 a mais). Também estão sendo investigados 26 óbitos (um a mais).
Do total de casos confirmados, 15.518 pessoas já se recuperaram (eram 14.882, são 636 a mais), 453 estão internadas (eram 463, são 10 a menos) e 1.133 encontram-se em isolamento domiciliar (eram 938, são 195 a mais).
Sobre as vítimas
– Homem, de 43 anos, que tinha outras doenças. Morreu no dia 28 de julho em hospital público. O exame foi feito no Instituto Adolfo Lutz.
– Homem, de 83 anos, que tinha outras doenças. Morreu no dia 26 de julho em hospital público. O exame foi feito no Instituto Adolfo Lutz.
– Homem, de 92 anos, que tinha outras doenças. Morreu no dia 18 de julho em hospital público. O exame foi feito no Instituto Adolfo Lutz.
– Homem, de 78 anos, que tinha outras doenças. Morreu no dia 29 de julho em hospital público. O exame foi feito no Instituto Adolfo Lutz.
– Mulher, de 96 anos, que tinha outras doenças. Morreu no dia 28 de julho em hospital privado. O exame foi feito em laboratório privado.
– Homem, de 68 anos, que tinha outras doenças. Morreu no dia 29 de julho em hospital privado. O exame foi feito em laboratório privado.
– Homem, de 76 anos, que tinha outras doenças. Morreu no dia 23 de julho em hospital público. O exame foi feito no Instituto Adolfo Lutz.
– Mulher, de 94 anos, que não tinha outras doenças. Morreu no dia 26 de julho em hospital público. O exame foi feito no Instituto Adolfo Lutz.
– Mulher, de 89 anos, que tinha outras doenças. Morreu no dia 26 de julho em hospital privado. O exame foi feito em laboratório privado.
– Homem, de 77 anos, que tinha outras doenças. Morreu no dia 23 de julho em hospital público. O exame foi feito no Instituto Adolfo Lutz.
– Homem, de 79 anos, que tinha outras doenças. Morreu no dia 28 de julho em hospital público. O exame foi feito no Instituto Adolfo Lutz.
– Homem, de 92 anos, que não tinha outras doenças. Morreu no dia 27 de julho em hospital privado. O exame foi feito em laboratório privado.
– Mulher, de 71 anos, que não tinha outras doenças. Morreu no dia 28 de julho em hospital privado. O exame foi feito em laboratório privado.
– Homem, de 94 anos, que tinha outras doenças. Morreu no dia 28 de julho em hospital privado. O exame foi feito em laboratório privado.
– Homem, de 59 anos, que não tinha outras doenças. Morreu no dia 29 de julho em hospital privado. O exame foi feito em laboratório privado.
– Mulher, de 44 anos, que tinha outras doenças. Morreu no dia 10 de julho em hospital público. O exame foi feito no Instituto Adolfo Lutz.
– Homem, de 56 anos, que tinha outras doenças. Morreu no dia 28 de julho em hospital público. O exame foi feito no Instituto Adolfo Lutz.
– Homem, de 83 anos, que não tinha outras doenças. Morreu no dia 20 de julho em hospital público. O exame foi feito no Instituto Adolfo Lutz.
– Mulher, de 70 anos, que tinha outras doenças. Morreu no dia 29 de julho em hospital público. O exame foi feito no Instituto Adolfo Lutz.

LEAVE A REPLY