SHARE
A campanha de vacinação contra a gripe continua até 22 de maio. Em Campinas, 80,22% das pessoas acima de 60 anos, público-alvo da primeira etapa, já foram vacinadas. O dado foi divulgado pelo prefeito Jonas Donizette, na tarde desta quarta-feira, 8 de abril, em transmissão ao vivo pela internet.  
O balanço aponta que, do início da campanha, em 23 de março, até esta quarta-feira, 117.628 idosos receberam a dose contra a gripe. Já os profissionais de saúde, que também estão sendo vacinados desde o início, têm a cobertura vacinal em 71%.
A meta é atingir 90% da população dos grupos prioritários (confira abaixo).
A vacina está disponível nos 66 centros de saúde do município. Clique e confira os locais e horários: http://www.campinas.sp.gov.br/ckfinder/userfiles/files/locais_vacinacao_gripe.pd.Neste ano, a dose protege contra as gripes A (H1N1 E H3N2) E B.
Etapas
Nesta primeira etapa estão sendo contemplados os maiores de 60 anos, profissionais da saúde, incluindo cuidadores de idosos e trabalhadores de ILPI (Instituição de Longa Permanência para Idosos), da Força de Segurança e de Salvamento (policiais militares, civis e federais; Exército, Guarda Municipal e Bombeiros militares).
A segunda fase acontecerá a partir de 16 de abril e tem como público-alvo as pessoas da primeira etapa; portadores de doenças crônicas e outras condições clínicas especiais; funcionários do sistema prisional; população privada de liberdade; caminhoneiros; aeroportuários e motoristas do transporte coletivo.
A partir do dia 9 de maio serão vacinados os grupos anteriores e também as crianças entre 6 meses a menores de 5 anos de idade, gestantes, puérperas, professores, adultos de 55 a 59 anos e pessoas com deficiência.
É importante que a população entenda que a vacina contra a gripe não protege contra a Covid-19, doença para a qual ainda não há vacina. Mas que, ao se imunizar contra os vírus Influenza, a quantidade de pessoas gripadas no inverno é reduzida, evitando sobreposição de doenças e ajudando a fazer diagnóstico mais rápido de casos de coronavírus na população vacinada.

LEAVE A REPLY