SHARE

A Operação Verão da Defesa Civil foi prorrogada até o dia 15 de abril em todo o estado de São Paulo. A decisão foi tomada em conjunto com todos os coordenadores de Defesa Civil estaduais porque está prevista a entrada de uma frente fria no começo do próximo mês, o que pode acarretar fortes chuvas em todas as regiões. Sendo assim, foi avaliada a necessidade de continuar com as ações preventivas de desastres.

A Operação Verão teve início em 1º de dezembro de 2020 e estava prevista para terminar no dia 30 de março.

A Operação agrega um conjunto de medidas para a redução dos riscos de desastres, como vistorias preventivas e monitoramento de áreas de risco de enchentes. O objetivo é minimizar as consequências das chuvas fortes e dos temporais típicos da estação mais quente do ano.

A ação inclui também o disparo de alertas de condições meteorológicas para a população por meio de mensagens de texto, relevantes para que as pessoas se protejam com antecedência em caso de raios e temporais.

“Os alertas são um mecanismo preventivo para a população. Assim que o cidadão recebe a mensagem, ele tem como procurar um local seguro em caso de raio e de chuva forte, evitando assim algum desastre que possa acontecer em função de um temporal”, ressaltou o diretor da Defesa Civil de Campinas, Sidnei Furtado.

A Operação Verão é conduzida por uma força-tarefa – o Comitê Gestor – que reúne várias secretarias e órgãos municipais e seus servidores e foi criada pelo decreto 21.159, de 13 de novembro de 2020 e comandada pela Defesa Civil.

É importante enfatizar que em caso de ocorrências relacionadas a chuvas, raios e enchentes, a população deve acionar imediatamente a Defesa Civil pelo telefone 199, que atende 24 horas.

SMS

Como medida de prevenção, o cidadão pode se cadastrar no Sistema de Alerta da Defesa Civil, que envia mensagens de texto com recomendações e avisos sobre chuva, raios e temporais. O serviço é gratuito.

Para se cadastrar, basta enviar um SMS para o número 40199 colocando o CEP da residência no assunto da mensagem.

Em Campinas, cerca de 100 mil pessoas são cadastradas neste sistema.

LEAVE A REPLY