SHARE

As aulas presenciais da rede municipal no Ensino Fundamental foram retomadas nesta segunda-feira, 26 de abril, em Campinas com uma adesão de 20,18%. Nesta fase do Plano São Paulo, a capacidade permitida é de até 35% em forma de rodízio, ou seja, 6.504 dos 19.514 alunos da rede municipal de ensino fundamental. Estiveram presentes hoje 1.313 estudantes.

“Considero esse número muito bom para o primeiro dia de aula presencial. Acredito que a frequência deva aumentar com o passar dos dias”, disse o secretário de Educação, José Tadeu Jorge. As regiões Noroeste e Sudoeste são as que mais receberam alunos. Juntas elas somaram 754 estudantes.

A presença nas escolas é facultativa e cabe aos pais e responsáveis decidirem se os filhos retornam presencialmente ou seguem acompanhando as aulas por meio da plataforma digital.

Escola liberada


Nesta segunda-feira, o Departamento de Vigilância em Saúde (Devisa), autorizou o funcionamento da Emef Clotilde Barraquet Von Zuben, no Jardim Florence. Os alunos desta unidade de ensino retomam as atividades presenciais na quarta-feira, 28 de abril. A unidade atende a 533 alunos.


A Emef Clotilde Barraquet integra um grupo de quatro escolas da rede municipal que estão nos ajustes finais para atender às medidas sanitárias apontadas pelas autoridades de saúde. A previsão é de que estas unidades possam iniciar as atividades nos próximos dias. São elas: Leonor Savi Chaib (Jardim Nova York) Sérgio Rossini, Paulo Freire (ambas no Centro). Juntas, elas atendem a 742 estudantes matriculados.

Protocolos


As aulas presenciais estão suspensas desde março de 2020 em Campinas, por causa da pandemia de coronavírus e, agora, estão sendo retomadas com regras, como redução de horário e revezamento de turmas, para garantir o distanciamento social, e com rigorosos protocolos sanitários, seguindo orientação das autoridades de saúde.


Cada aluno receberá um kit com quatro máscaras não descartáveis e álcool gel individual. Os professores além das máscaras também contarão com protetor facial (face shield). As carteiras serão disponibilizadas com um distanciamento de 1,5 metro e totens com álcool gel serão distribuídos em pontos estratégicos das escolas.

LEAVE A REPLY