SHARE

O Samim (Serviço de Atendimento ao Migrante, Itinerante e Mendicante) tem recebido, em média, 75 pessoas por noite no albergue municipal, o que representa uma alta de 21% no número de acolhimentos em relação ao mês de abril, quando a média era de 62 pessoas por noite. O motivo é a baixa das temperaturas observadas no mês. 

Segundo a secretária municipal de Assistência Social, Pessoa com Deficiência e Direitos Humanos de Campinas, Vandecleya Moro, a Prefeitura tem trabalhado ativamente pelo acolhimento de pessoas em situação de vulnerabilidade social. “Nossos serviços estão atentos à situação. Inclusive, lançaremos amanhã (quarta-feira, 26 de maio) a Campanha do Agasalho, para ampliar a oferta de roupas às pessoas em situação de vulnerabilidade”, afirmou.

Operação inverno

A Prefeitura iniciou a Operação Inverno no dia 1º de maio. A ação, por meio das equipes do SOS Rua, segue até o fim de setembro. Neste período de frio, o horário noturno de abordagem das pessoas em situação de rua foi ampliado em duas horas, passou a ser das 18h à meia-noite.

O objetivo é acolher essas pessoas, se elas aceitarem, e encaminhá-las aos serviços da rede de proteção, de assistência social (albergue) e de saúde do município. As equipes entregam cobertores aos que recusam acolhimento no albergue. Desde o início da Operação Inverno até o momento, foram distribuídos cerca de dois mil cobertores. 

Nesta terça-feira, 25 de maio, dia mais frio registrado em 2021, os termômetros chegaram a marcar 7,9ºC na cidade. Na noite de ontem, segunda-feira, as equipes do SOS Rua distribuíram em Campinas 138 cobertores.

Além do Samim e do SOS Rua, existe ainda o Refeitório da Cidadania, que serve jantar para a população em situação de rua, todos os dias, das 18h às 19h30, na Rua Álvares Machado, 766, próximo ao Mercado Municipal, no Centro. O objetivo é fornecer alimentação saudável e adequada, em espaço digno. 

Desde abril deste ano, as pessoas em situação de rua também podem contar com o Bagageiro Municipal, um espaço para guardar os pertences. Fica na Rua José Cruz Ferreira Jorge, 32, na Vila Industrial, e funciona de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h. Há igualmente o Consultório de Rua, que visa atender a essa população.

LEAVE A REPLY