SHARE

O Programa “Campinas Iluminada”, que prevê a instalação de 33 mil pontos de iluminação em diversas regiões da cidade, foi lançado pela Prefeitura no final de setembro. “Nós tivemos uma primeira etapa deste projeto, com 20 mil pontos que já foram instalados em Campinas. Com mais esses 33 mil pontos chegaremos a 53 mil pontos novos de luz; isso reforça a zeladoria e, também, a parte da segurança de nossa cidade”, explicou o prefeito Jonas Donizette.
Cerca de 70% serão trocas e 30% novos pontos de luz na cidade. As atuais lâmpadas de vapor de mercúrio estão sendo substituídas por lâmpadas de vapor de sódio, que iluminam cinco vezes mais. “O ambiente mais iluminado, comprovadamente se torna mais seguro”, acrescentou o prefeito.
A instalação de novos pontos de iluminação já começou em setembro e segue até o fim do ano, em várias regiões da cidade.
O “Campinas Iluminada” éxecutado pela CPFL, que é parceira da Prefeitura neste programa. “A CPFL é muito importante para Campinas porque presta um serviço para a população, ela tem a sede no município e é uma parceria que queremos cada vez mais fortalecer”, disse o prefeito.
Visando maior segurança, o projeto contempla vários bairros, principalmente avenidas estratégicas de grande fluxo de veículos e de comércio.
Durante o programa, diversos bairros de Campinas serão beneficiados. Alguns deles receberão nova iluminação na região do Castelo: Avenida Barão de Itapura, Vila Itapura/Jardim Guanabara, Avenida Imperatriz Leopoldina, Vila Nova/Parque Taquaral e Avenida Luís Smânio, Jardim Chapadão.
As avenidas Alberto Sarmento, Bonfim/Castelo e a Papa Paulo VI, no Chapadão já receberam nova iluminação.

LEAVE A REPLY