SHARE

A Prefeitura de Campinas já definiu os cinco Centros de Imunização para a Covid-19. Os espaços estão divididos entre cada uma das regiões da cidade. As primeiras doses a chegarem serão direcionadas para os hospitais. Cerca de 15 mil pessoas receberão as vacinas.

Não há previsão da data em que será iniciado o agendamento para os pontos de vacinação. A abertura do agendamento para os outros grupos previstos na primeira fase vai depender da quantidade de doses que a cidade irá receber. A prioridade para as primeiras doses é quem está atuando na linha de frente do atendimento a pacientes com o novo coronavírus.
Centros de Imunização
Os Centros de Imunização são espaços muito grandes, com fácil acesso por ônibus e com estacionamento, o que possibilitará fazer vacinação no carro, se for necessário. Foram divididos por regiões da cidade:
Casa da Criança Paralítica – Rua Pedro Domingos Vitali, 160 – Parque Italia (região Sul);
Naed Noroeste – Avenida Ibirapuera, s/nº, Jardim Londres (região noroeste);
Centro de Vivência do Idoso – Lagoa do Taquaral – portão 5 (região leste);
Círculo Militar – Avenida Getúlio Vargas, 200. Jardim Chapadão (região norte);
CAIC Sudoeste – Rua José Augusto de Mattos, s/nº, Vila União (região sudoeste).
A organização em Centros de Imunização foi feita de forma a garantir a segurança da vacina, das equipes de trabalho e de todas as pessoas que tomarão a vacina. Quem vai se vacinar não pode ter contato com sintomáticos respiratórios, sendo esse mais um motivo para que a vacinação ocorra em locais separados dos Centros de Saúde.
Nos Centros de Imunização, a vacinação será organizada de forma segura e com distanciamento social e novos centros poderão ser abertos se houver aumento no número de doses disponibilizadas. Cinco outros locais, do mesmo porte, poderão ser acionados assim que preciso.
Agendamento
O agendamento será feito por meio do portal da Prefeitura de Campinas, pelo telefone 160 ou pelo centro de saúde de referência da região onde a pessoa mora. Mas ainda não está sendo realizado porque depende da quantidade de doses que o município receberá do Estado.
Quem optar pela internet, deverá acessar o endereço www.campinas.sp.gov.br e clicar em um banner sobre a campanha de vacinação que estará disponível para o agendamento. Será necessário preencher um cadastro e as opções de horário serão disponibilizadas. A pessoa poderá escolher dia e horário. No fim do processo de agendamento será emitido um comprovante com todos os dados, que pode ser impresso ou armazenado no celular.
No dia da vacinação, as pessoas devem levar documento com foto.
Público-alvo
O público-alvo da primeira etapa inclui profissionais de saúde em geral, pessoas a partir de 60 anos de idade, indígenas e quilombolas.
A primeira etapa será dividida da seguinte maneira:
1º – profissionais de saúde, indígenas e quilombolas – cerca de 63 mil pessoas em Campinas;
2º – pessoas com 75 anos ou mais – 40.383 pessoas;
3º – 70 a 74 anos – 26.309 pessoas;
4º – 65 a 69 anos – 33.507 pessoas;
5° – 60 a 64 anos – 46.169 pessoas.
Das mortes por Covid em Campinas, 87% correspondem a esse público da primeira etapa.

LEAVE A REPLY