SHARE
Divulgação

De acordo com dados de 2019 do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), o Brasil contabiliza 147,6 milhões de eleitores que, caso não haja alteração na data por conta da pandemia do novo Coronavírus, vão às urnas em outubro deste ano para eleger, democraticamente, vereadores e prefeitos dos 5.570 municípios do país.

Com o intuito de colaborar com a educação política dos brasileiros e de incentivar a leitura, principalmente dos mais vulneráveis que cada vez mais se distanciam das questões políticas do país, o jornalista e cientista político, Carlos Irineu, produziu um trabalho capaz de municiar o eleitor de informações que vão despertar o senso crítico, analítico e fiscalizador no direcionamento do seu voto.

O objetivo deste trabalho não é, em hipótese alguma, ditar regras nem mesmo influenciar a forma como o cidadão deve votar, apesar de o título ser passível de inúmeras interpretações.

Sobre o livro

‘’É assim que eu voto’’ percorre por caminhos curtos e objetivos, a fim de fazer com que o eleitor entenda como funciona o processo eleitoral, as funções dos parlamentares tanto do Poder Executivo como do Legislativo, como identificar fake news e as formas de combatê-la e quais as consequências do voto quando usado de maneira incorreta.

O jovem comunicador lançou a primeira versão do guia em 2018. Nesta edição atualizada, ele disponibiliza a versão on-line totalmente gratuita, além de estar organizando a agenda para visitar as comunidades e oferecer palestras aos eleitores pós-pandemia.

 

LEAVE A REPLY