SHARE

por Vanderlei Kichel*

A gestão de estoques é um desafio. Essa visão, inclusive, é compartilhada entre os lojistas. Em se tratando de calçados, essa questão torna-se ainda mais complexa devido a inúmeros fatores, como a incerteza de ter sempre o produto em mãos, com grade completa, para atender toda e qualquer demanda e a prudência ao comprar, mesmo correndo o risco de não satisfazer o cliente, entre outros. Sem contar o fator imprevisibilidade das promoções, que nos faz pensar “Será que liquido antes do concorrente ou aguardo para preservar o mark-up do meu produto?”.

Aliás, gestores também correm contra o tempo, pois desde a chegada de um produto ao estoque, cada minuto parado se transforma em custos, seja com despesas de operação ou esforços de marketing para que uma coleção seja vendida. Sendo assim, seria possível vender todos os produtos comprados, com markup ideal, e ainda equilibrar os pagamentos do fornecedor com o fluxo de caixa?

Se trabalharmos aliados à tecnologia e com as informações corretas, é possível melhorar, e muito, a gestão da sua loja! Confira abaixo cinco ações pontuais para que os produtos saiam do estoque ainda mais rápido.

1) Refine o seu planejamento de compras

Além de conhecer o perfil do seu cliente, considerar tendências de moda e negociar com as marcas, é preciso avaliar os custos, respondendo questões como: O que preciso repor? Tenho prazo para que esse produto ainda seja buscado em minha loja? Como foi o desempenho de marcas, grupos, cor, departamento e modelos na última coleção? Meus relatórios de vendas apresentaram um bom desempenho desse(s) produto(s)?

Reunir informações e ter uma visão ampla em relação às compras anteriores pode ajudar a acertar nos próximos pedidos. Outra dica importante é comparar o potencial de vendas com o tamanho do estoque. Acertar nas compras é a maneira mais eficaz de reduzir os custos com estoque.

2) Cadastre corretamente os produtos

Como está o cadastro de produtos no seu sistema de gestão? As informações retornadas pelos relatórios são assertivas e fáceis de interpretar? O cadastro correto de mercadorias ajuda os lojistas e gestores a validar o perfil de público consumidor, a temporada de vendas e a perceber como diferentes estilos de produtos se comportam quando mudamos as variáveis. Sempre apoie suas decisões em dados confiáveis.

3) Avalie o desempenho periodicamente

Fazer o acompanhamento durante a coleção e avaliar o desempenho de determinados produtos e grades é importante para identificar quais são as peças mais valiosas da loja e quais estão em situação crítica, ou seja, produtos que precisam ser remanejados ou promocionados para que não fiquem esquecidos no estoque. Com a tecnologia, esses dados estão à disposição dos gestores em segundos.

4) Pequenas ações que aceleram o giro de estoque

Sabe aqueles calçados ou numerações que precisam ser vendidos nessa coleção e sempre aparecem mal posicionados no relatório de vendas? Crie novas oportunidades para eles, invista em visual merchandising, converse com a equipe de vendas e considere, até mesmo, uma remarcação ou um desconto. Mas, e quando o produto é muito bem vendido e ainda assim sobra no estoque? Nesse caso, é possível avaliar características como cor, numeração, quantidade média e tempo de venda para entender se é o momento certo de liquidar. E se for, é possível atribuir ações de marketing para que suas campanhas sejam mais assertivas.

5) Promoções: O produto certo na hora certa

Saber quanto tempo que um produto demora para sair do estoque, quais já estão a tempo de promocionar, remanejar ou liquidar é ter alternativas para que os produtos fiquem o menor tempo possível estocados. E, para apoiar decisões tão complexas, é indispensável poder contar com dados confiáveis, dando visibilidade até mesmo à gestão de compras pautados por diversos critérios, como mix de modelos para o público da loja, quantidade de produtos de acordo com o modelo e a numeração, mix de produtos para atingir os objetivos de mark-up e da programação de entregas dos fornecedores nos períodos adequados.

Reduzir o tempo para que o estoque seja renovado é uma tarefa que demanda atenção em diferentes aspectos da loja. Esses desafios são, muitas vezes, atrelados a soluções abstratas, contudo é possível vencê-los com a ajuda das ferramentas corretas. O segredo das vendas para comprar melhor e vender mais pode estar no seu sistema de gestão empresarial.

*Vanderlei Kichel é CEO SetaDigital, companhia de Tecnologia da Informação especializada no varejo calçadista

Sobre a Seta Digital (www.setadigital.com.br/)

A SetaDigital nasceu com a missão de desenvolver e fornecer softwares e serviços para o varejo calçadista contribuindo para o sucesso de seus clientes. Esta há 10 anos no mercado e atende mais de 1.000 lojas em todo o Brasil, formando uma grande comunidade de conhecimento.

Atenção e respeito às pessoas nos ajudam a conseguir um índice de 95% de satisfação nas pesquisas de qualidade de atendimento e 99% de retenção dos clientes.

Em 2016, a empresa lançou um laboratório de inovação para o segmento do varejo calçadista, a Sapati – Sapataria Inteligente. Localizada em Cascavel, no Estado do Paraná, a loja laboratório prioriza o autoatendimento e tem como objetivo o avanço no uso de tecnologias em toda a cadeia de valor do setor, que vai da indústria ao consumidor final.

 

LEAVE A REPLY