SHARE

Prefeitos da Região Metropolitana de Campinas (RMC) discutiram na manhã desta quarta-feira, em reunião virtual, a adoção de medidas restritivas para controlar um eventual aumento de turistas nas cidades, em virtude do feriado prolongado na capital paulista e com o lockdown decretado em nove cidades do litoral paulista e também em Piracicaba.

A preocupação dos prefeitos é que possa ocorrer uma grande movimentação de pessoas para a região em um momento em que tentam implantar e monitorar medidas mais restritivas nas cidades para conter a disseminação do coronavírus. O feriado decretado em São Paulo tem início nesta sexta-feira, 26 de março, e segue até 4 de abril.

“Todos os municípios da RMC estão procurando adotar medidas conjuntas para que as ações tenham maior amplitude. Na reunião realizada hoje de manhã, ficou definido que, a partir de sexta-feira, os 20 municípios da Região Metropolitana farão barreiras sanitárias nas entradas das cidades”, explicou o prefeito de Campinas Dário Saadi.

A adoção dessa medida visa evitar o deslocamento da população entre os municípios. As barreiras ficarão na entrada da cidade e, os motoristas serão abordados pela Guarda Municipal ou Polícia Militar sobre a real necessidade do deslocamento. Os motoristas também receberão orientações sobre as medidas de prevenção à Covid-19 adotadas pelo município.

Na reunião realizada pela manhã, os gestores municipais também deliberaram por requisitar ao Estado ajuda financeira para compra de insumos e medicamentos utilizados em pacientes internados e a implantação de um hospital de campanha regional.

LEAVE A REPLY